Fumo

    Índice de Artigos

    Dificuldades de parar de fumar

     

    Quando um dependente do fumo resolve parar de fumar, ele passa por uma Síndrome de Abstinência, com sintomas leves de intensidade variável para cada pessoa.

    Os sintomas iniciam-se algumas horas após a interrupção do uso e aumentam durante as doze primeiras horas, piorando durante o anoitecer.

    Dentre os mais freqüentes, observam-se:

    irritabilidade; ansiedade; dificuldade de concentração; agitação; sonolência; insônia; sentimento de hostilidade; cefaléia, etc., tudo indicando uma dependência da nicotina.

    Pode acontecer, ainda, constipação, diarréia e um ganho significativo de peso (uns cinco quilos ou mais).

    No entanto, estas alterações podem cessar em um mês, enquanto os sintomas psicológicos de compulsão pelo fumo podem persistir durante muitos meses.

    Foi comprovado que a abstinência lenta ou gradual pode resultar em sintomas de compulsão ainda mais intensos do que a interrupção brusca e pode ser ineficiente para o objetivo de parar de fumar.

    Cientistas procuram explicar (Folha São Paulo, 22/02/96) por que fumantes criam dependência em relação aos cigarros.

    Embora responsabilizem a nicotina, descobriram que outras substâncias como a MAO-B e a dopamina também poderiam estar associadas.

    Esclarecem que para melhor encontrarem modos de ajudar as pessoas a combaterem suas dependências, precisam desenvolver uma melhor compreensão do "porquê" as pessoas fumam.

    Cerca de 95% dos fumantes abandonam o tabaco por conta própria.

    Existem algumas terapias alternativas como injeções de clonidina, hipnose, emplastro ou adesivo de nicotina, chicletes especiais, acupuntura, auriculoterapia, laserterapia, tratamento psicológico complementar, etc.

    Contudo, acredita-se que o melhor método, ainda, seja a força de vontade.

     

     

     

     

     

    Como Parar de Fumar: 5 passos

    Quer saber como parar de fumar de uma vez por todas? Parabéns!


    Mas saiba: o seu primeiro dia sem cigarros pode ser difícil, mas é preciso se educar.

    Aqui estão cinco passos podem te ajudar neste dia e te dar confiança sobre a possibilidade de permanecer focado e desistir do cigarro.

    1. Faça um plano para parar

    Ter um plano pode facilitar seu dia de parar.

    Um plano de parada dá-lhe maneiras de permanecer concentrada, confiante e motivado para desistir.

    Você pode construir seu próprio plano de sair ou encontrar um programa anti-tabaco que funcione para você. Existem alguns programas digitais com todo o material necessário para te auxiliar nesse objetivo.

    A educação dia a dia é vital para alcançar seu objetivo.

    Se você não sabe qual método sair poderia ser bom para você, visite alguns sites e fóruns para ver algumas revisões desses cursos. Não existe uma abordagem única para desistir funciona para todos.

    Seja honesto sobre suas necessidades. Se usar terapia de reposição com adesivos de nicotina é parte do seu plano, certifique-se de começar a usá-lo logo pela manhã.

    Pesquise mais motivos para parar de fumar: saber mais sobre o câncer de pulmão pode ser uma ótima motivação…

    2. Mantenha ocupado

    Manter ocupado é uma ótima maneira de ficar sem fumar no seu 1º dia de parar.

    Estar ocupado irá ajudá-lo a manter sua mente fora fumar e distraí-lo de desejos.
    Pense algumas dessas atividades:

    • Sai de casa para passear;
    • Mascar pastilhas ou chicletes;
    • Mantenha as mãos ocupadas com uma caneta ou um palito de dente, ou jogar um jogo no app;
    • Beba muita água;
    • Vá estudar em uma biblioteca;
    • Relaxe com a respiração profunda;
    • Ir ao cinema;
    • Passe tempo com amigos e família não-fumante;
    • Ir jantar em seu restaurante favorito (sem área de fumantes).

    3. Evite gatilhos de fumar

    Gatilhos são as pessoas, lugares, coisas e situações que costumam provocar em você o desejo de fumar. Cuidado com essa rede negativa de amigos!

    No seu dia de parar, tente evitar todos os seus gatilhos.
    Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a enganar alguns gatilhos comum de fumar:

    • Jogue fora seus cigarros, isqueiros e cinzeiros se você não tiver já;
    • Evite cafeína, que pode te fazer sentir nervoso. Tente água em vez disso;
    • Gasta tempo com não-fumantes;
    • Ir a lugares onde não é permitido fumar;
    • Descanse bastante e comer saudável. Estar cansado pode desencadear a fumar;
    • Mude sua rotina para evitar as coisas que você pode associar com o tabagismo.

    4. Permaneça positivo

    Parar de fumar é difícil.

    Acontece um minuto… uma hora… um dia de cada vez.
    Tente não pensar em desistir como se fosse para sempre, pense somente na próxima hora, somente em hoje. Foque no dia de hoje e os dias irão se acumulando.

    Ajude a pensar positivo. Seu dia desistir pode não ser perfeito, mas o que importa é que você não fume, nem mesmo uma tragada.

    Recompense-se por ser antifumo por 24 horas. Você merece.

    E se não se sente pronta para parar hoje, definir uma data de parar que faz sentido para você.
    Se precisar de mais uns dias para se preparar para parar de fumar, sem problemas.

    5. Peça ajuda

    Você não precisa confiar na força de vontade para ser antifumo. Ou melhor, não confie!

    Diga a sua família e amigos quando é seu dia de parar. Pedir-lhes apoio no dia de sair e no primeiro poucos dias e semanas depois. Eles podem ajudá-lo a obter através dos pontos ásperos.

    Que eles saibam exatamente como eles podem apoiá-lo.
    Não suponha que eles saibam.



    Bem, espero que isso tenha te ajudado a saber como parar de fumar. 

    Não é fácil, mas a sua vida e a vida das pessoas que você ama agradecem muito por mais esse passo.

    Que Deus te abençoe nesse caminho e que você possa alcançar seu objetivo: ser livre do cigarro!

     Receita para parar de fumar em 15 dias com chá.

     

     

     Clóvis Natureza http://www.clovisnatureza.com/Blog

     

    Gostou do artigo? Compartilhe!

     

    © 2020 VEG11 - Alimentação e Espiritualidade - Vegetarianismo
    Menu Principal