Amor - Almas Gêmeas 3

    Amor - Almas Gêmeas - 3

    Androginatos

    Agora já temos uma boa base para passarmos às anotações de G.O.Mebes.

    Comecemos com a inserção do seguinte trecho do livro:

    "A fusão de dois seres humanos, encarnados, se produz no sentido interno. Externamente eles continuam separados.

    Contudo, cria-se uma nova entidade comum, que realmente existe nos planos suprafísicos.

    É o andrógino, criado por eles". (Grifos nossos – Página 50)

     

    Mebes está dizendo que, embora fisicamente separados, quando ocorre a fusão de dois seres, essa fusão cria uma entidade comum aos dois.

    Essa entidade é existente nos planos suprafísicos, isto é, nos planos que vulgarmente são chamados de espirituais.

     

    É uma entidade andrógina. Não é possuidora só dos princípios masculinos e nem só dos femininos, mas algo que contém os dois.

     

     

     

     

    Para ilustrar apresentamos a figura 12.

     

    Nela vemos um casal vivente na Terra. Estão apaixonados, um pelo outro.

    Embora os corpos permaneçam separados, entre eles forma-se a fusão, da qual se cria no Astral a entidade andrógina.

    Ela é a representação dos dois, numa espécie de sombra, metade homem, metade mulher que, enquanto houver a união, acompanhará os dois.

    Podemos dizer, também, que essa entidade é, no Astral, o elo que realimenta o círculo de amor entre esses dois seres humanos.

     

    Expliquemos:

     

    Os dois seres humanos, com o amor que sentem um pelo outro, criaram a entidade andrógina.

    A continuidade desse amor segue alimentando a existência da entidade no Astral.

    Por sua vez, a existência da entidade comum aos dois, e exclusivamente para os dois, realimenta o amor dos respectivos dois seres humanos na Terra.

    Portanto, um circuito que se auto-alimenta, muito próprio do que se pode chamar de união entre almas gêmeas.

     

    Almas Gêmeas

     

    Dentro do tema Amor, Almas Gêmeas é outro tópico que muito chama a atenção.

    Afinal, quem não quer, na vida, encontrar seu complemento ideal, pois, acredita-se que encontrando-o desfrutar-se-á de inigualável felicidade.

    Este é o sonho máximo de todas as criaturas, o que todas almejam.

     

    No livro, á página 50, obtemos o seguinte trecho:

     

    "Como podemos encontrar a "alma gêmea" entre a multidão humana?

    É uma tarefa difícil, pois é condicionada pelo carma de cada uma das metades e, em geral, o encontro se produz somente quando foi predestinado

     

    O autor explica que encontrar a sua metade dentre toda a população do planeta é tão difícil quanto procurar agulha num palheiro.

     

    Os encontros só se dão quando há predestinação, isto é, quando o carma de ambas as metades comporta tal experiência.

     

    Ainda do livro temos que:

     

    "O esoterismo, tanto oriental como o ocidental, ensina que a maioria dos encontros humanos é cármica, isto é, que encontramos as almas com as quais já possuímos laços cármicos, positivos ou negativos, o que aumenta, consideravelmente, a possibilidade de encontro das almas gêmeas.

    Quando isso acontece, essas almas se reconhecem de imediato, pois a consciência superior, nesses casos, penetra até as personalidades, embora os dois lados, geralmente, considerem o encontro como um simples "caso feliz" (Página 50)

     

    Realmente, os laços cármicos aproximam os espíritos entre si, fazendo-os reencarnar em condições de conviverem juntos.

    Exemplos: os filhos, amigos que correspondem às mesmas idéias e, principalmente, os cônjuges.

    No caso dos cônjuges, ao se defrontarem pela primeira vez aqui na Terra, suas consciências superiores, ou seja, seus corpos Causais, sinalizam às consciências físicas, ou às personalidades, que ali está um Ser significativo à ela.

     

     

    A figura 11, já vista no capítulo 2, mostra o SER integral.

     

    Mas o que dela nos interessa, em consonância com a parte do texto do livro da qual estamos nos servindo, é o Corpo Causal, situado no quinto plano. No plano Mental Superior.

    Ele é a Consciência Superior citada no livro.

     

    Para compreender como se dá essa penetração das energias da consciência superior na personalidade, ou seja, no corpo Físico, na figura desenhamos setas descendentes saindo do corpo Causal, indo ao corpo Mental; deste ao corpo Astral e, finalmente, atingindo o corpo Físico.

     

    Essas setas representam o fluxo descendente da consciência, numa ação como de um alarme que, no caso do encontro de dois seres, avisa à personalidade, isto é, à consciência em estado de vigília situada no corpo Físico, que eles, os dois seres que acabam de se encontrar, são mutuamente significativos.

     

    Daí, ao toque desse alarme, vem a lembrança subjetiva. Os dois seres sentem que de alguma forma não identificável, existe algo de comum entre eles.

     

    Uma simpatia instantânea se instala.

    Ali mesmo começam a se gostar e, do gostar, num só pequeno passo, começam a se amar.


     

    Segue Aqui - Amor - Almas Gêmeas - Apostila 4


     

    © 2019 VEG11 - Alimentação e Espiritualidade - Vegetarianismo
    Menu Principal