Home Natureza e Espíritos

As 3 Fases da Verdade

 

Toda idéia nova forçosamente encontra oposição e nenhuma há que se implante sem lutas.


1 - Ridicularização


2 - Oposição Violenta


3 - Aceitação

 

Ora, nesses casos, a resistência é sempre proporcional à importância dos resultados previstos, porque, quanto maior ela é, tanto mais numerosos são os interesses que fere.


Se for notoriamente falsa, se for tida por inconseqüente, ninguém se alarma; deixam-na passar, certos de que lhe falta vitalidade.


Se, porém, é verdadeira, se assenta em sólida base, se lhe prevêem futuro, um secreto pressentimento adverte os seus antagonistas de que constitui um perigo para eles e para a ordem de coisas em cuja manutenção se empenham.


Atiram-se, então, contra ela e contra os seus adeptos.


Assim, pois, a medida da importância e dos resultados de uma idéia nova se encontra na emoção que o seu aparecimento causa, na violência da oposição que provoca, bem como no grau e na persistência da ira de seus adversários.


O Evangelho Segundo o Espiritismo, cap. 23

 


 

O Livro dos Espíritos, pergunta 540

 

Os Espíritos que exercem ação nos fenômenos da Natureza operam com conhecimento de causa, usando do livre arbítrio, ou por efeito de instintivo ou irrefletido impulso?


“Uns sim, outros não. Estabeleçamos uma comparação.

Considera essa quantidade indeterminada de animais que, pouco a pouco, fazem emergir do mar ilhas e arquipélagos.

Julgas que não há aí um fim providencial e que essa transformação da superfície do globo não seja necessária à harmonia geral?

Entretanto, são animais de ínfima ordem que executam essas obras, provendo às suas necessidades e sem suspeitarem de que são instrumentos de Deus.

Pois bem, do mesmo modo, os Espíritos mais atrasados oferecem utilidade ao conjunto.

Enquanto se ensaiam para a vida, antes que tenham plena consciência de seus atos e estejam no gozo pleno do livre-arbítrio, atuam em certos fenômenos, de que inconscientemente se constituem os agentes. Primeiramente, executam.

Mais tarde, quando suas inteligências já houverem alcançado um certo desenvolvimento, ordenarão e dirigirão as coisas do mundo material.

Depois, poderão dirigir as do mundo moral.


É assim que tudo serve, que tudo se encadeia na Natureza, desde o átomo primitivo até o arcanjo, que também começou por ser átomo.

 

 

Admirável lei de harmonia, que o vosso acanhado espírito ainda não pode apreender em seu conjunto!”

 

O Livro dos Espíritos, cap 11

 

“Desde que o princípio inteligente atinge o grau necessário para ser Espírito e entrar no período da humanização, já não guarda relação com o seu estado primitivo e já não é a alma dos animais, como a árvore já não é a semente.

Nessa origem, coisa alguma há de humilhante para o homem.

Reconhecei a grandeza de Deus nessa admirável harmonia, mediante a qual tudo é solidário na natureza.

 

Acreditar que Deus haja criado seres inteligentes sem futuro, seria blasfemar de sua bondade, que se estende por sobre todas as suas criaturas.”

 

“Os animais são os irmãos inferiores dos homens.

Eles também, como nós, estão vindo de longe, através de lutas incessantes e redentoras, e são, como nós, candidatos a uma posição brilhante na espiritualidade.”

Emmanuel