Home O Que é DNA?
O Que é DNA?



O que é DNA?

São fitas de uma substância química orgânica denominada ácido desoxirribonucleico, que contêm os códigos para a fabricação de todas as proteínas do nosso organismo, determinando todas as características genéticas dos indivíduos, como a cor dos olhos, dos cabelos, da pele, os grupos sangüíneos a altura, etc.


Essas fitas de DNA, localizadas no núcleo das células, se esticadas medem cerca de 2 metros de comprimento.


Portanto, para caber em uma célula, o DNA é enrolado muitas vezes e forma uma estrutura denominada cromossomo.


Cada célula do nosso organismo possui 46 cromossomos, sendo que 23 recebemos de nosso pai e 23 de nossa mãe.


Nos cromossomos, além das porções que codificam proteínas, temos regiões que, até onde se sabe, não codificam nada.


Nessas porções, o DNA é formado por pedaços idênticos que se repetem inúmeras vezes, ou seja, um fragmento de DNA que tem várias cópias arranjadas uma em seguida a outra.


Essas regiões são denominadas VNTRs (Variable Number of Tandem Repeats) uma mulher pode ter 4 cópias de um determinado VNTR, no cromossomo que recebeu de sua mãe e isso vai fazer com que esse segmento de DNA tenha um determinado tamanho.


No cromossomo paterno dessa pessoa pode haver 8 cópias desse VNTR, o que vai fazer com que esse fragmento tenha o dobro do tamanho.


Outro indivíduo, nesse mesmo cromossomo pode ter 10 e 15 cópias desse mesmo VNTR, que fará com que os seus segmentos de DNA sejam maiores do que os da pessoa anterior.


Baseando-se nas diferenças de tamanho desses segmentos de DNA (VNTR), podemos distinguir uma pessoa da outra e estabelecer o pai biológico de uma criança.


Por exemplo, se o casal acima tiver um filho ele deverá ter recebido de sua mãe um fragmento de 4 ou 8 cópias e de seu pai um fragmento de 10 ou 15 cópias.



Veja Aqui sobre DNA, o segredo da vida.


Aqui encontram-se os segredos ESPIRITUAIS.


Cada um de nós possui a sua própria sequência dos 3 bilhões de pares de letras com que se constrói um ser humano ( Genoma Humano).

Temos cerca de 3 bilhões de PARES BASES combinadas em nosso código genético ATCG

 

A = ADENINA

T = TIAMINA

C = CITOSINA

G = GUANINA

 

Em seres humanos assim como em outros organismos, uma molécula de DNA consiste de dois filamentos que descrevem a forma de uma hélice dupla que se enrolam, composta de açúcar e moléculas de fosfato, elas se interconectam através de degraus ou fases de nitrogênio-contendo elementos químicos chamados de bases.

 

Cada filamento ou hélice contitui-se em uma organização de unidades similares repetidas chamadas nucleotídeos, que são compostos de um açúcar, um fosfato e uma base nitrogenada.


Quatro diferentes bases estão presentes no DNA : Adenina (A), Tiamina (T), Citosina (C) e Guanina (G).


A ordem especifica na qual elas se organizam ao longo do açúcar-fosfato é chamada de seqüência do DNA.


A seqüência especifica as instruções genéticas requeridas para criação de um organismo específico, que possui características únicas.


As duas hélices do DNA são mantidas unidas por ligações frágeis entre as bases de cada hélice, formando os pares de bases (bp).


O tamanho do Genoma é normalmente definido pelo número total de pares de bases.


Cada vez, cada célula se divide em duas outras células, com isto seu genoma é duplicado, para seres humanos e outros organismos complexos, esta duplicação ocorre no núcleo.


Durante a divisão da célula a molécula de DNA se divide e as ligações frágeis entre os pares de bases se quebram, permitindo que as hélices se separem.


Cada hélice participa diretamente da síntese de uma hélice suplementar, com novos nucleotídeos se ligando com suas bases complementares em cada hélice separada.


Regras especificas para associação de pares de bases pode ser compreendidas da seguinte forma:

 

Adenina se combina com a Timina (A-T)

Citosina se combina com a Guanina (C-G)

 

 

Cada célula advinda do processo de divisão da célula que lhe deu origem recebe um pedaço antigo e outro pedaço novo da hélice que contem o DNA.


Tal procedimento garante que a nova célula possuíra em uma das hélices a copia exata do DNA da célula que lhe deu origem.


Isto minimiza a incidência de erros (mutações) que poderiam acabar afetando a concepção e/ou funcionamento do organismo resultante.


Nós temos cerca de 300 trilhões de cópias da hélice dupla (DNA) em nosso corpo.


A molécula de DNA é tão fina que só é possível vê-la sob alta poderosos microscópios eletrônica.


Para obter um senso de exatamente qual o tamanho de uma molécula de DNA é comparada a uma típica célula, uma célula é ampliada 1000 vezes.


Nessa escala, o comprimento total do conjunto do DNA no núcleo da célula seria 3 km.


O genoma humano compreende as informações contidas em um conjunto de cromossomos humanos e eles contêm cerca de 3 mil milhões de pares base (pb) de DNA em 46 cromossomos (22 pares autosome + 2 cromossomos sexuais).


O comprimento total do DNA presente em um homem adulto é calculada pela multiplicação de:


(comprimento de 1 pb) (número de células por pb) (número de células do corpo)


(0,34 × 10 -9 m) (6 × 10 9) (10 13)


2,0 × 10 13 metros


Isso é o equivalente a cerca de 70 viagens a partir da terra para o sol e volta.


2,0 × 10 = 13 metros de unidades astronomicas 133.691627


133.691627 / 2 = 66.8458135 viagens à volta do sol


Em média, um único cromossoma humano consiste em 2 Moléculas de DNA que tem comprimento de quase 5 centímetros.

 

Todas suas vivências estão gravadas nos seus DNA.


Em cada um deles.


Lembrando, tudo que esta em cima esta em baixo.


O que esta presente no nível físico é reflexo do que existe no nível espiritual.


O que você faz no nível físico reflete no espiritual.

 

Leia Aqui sobre DNA e emoções.


 

 


Última atualização em Ter, 13 de Maio de 2014 16:40
 
VTEM SlideshowVTEM SlideshowVTEM SlideshowVTEM SlideshowVTEM SlideshowVTEM Slideshow
VTEM SlideshowVTEM Slideshow