Home Era Uma Vez II
Era Uma Vez II
Índice do Artigo
Era Uma Vez Um Espírita II
6º - Preparou-se para adoecer.
7º - Aumentou a violência do mundo.
Todas as Páginas

 

 

Era uma vez um espírita - continuação

 


5º - Ajudou a aquecer perigosamente o planeta


 

“Em 2004 os livros escolares tiveram que ser revisados, pois eles costumavam dizer que era impossível um furacão aconteceu no Oceano Atlântico Sul. 

Naquele ano, pela primeira vez na história, um furacão atingiu o Brasil.”



Vice-presidente dos Estados Unidos durante o mandato de Clinton (1993-2000),
All Gore


 

Segundo o relatório, o esterco do gado é responsável por grande parte das emissões dos gases que geram o Efeito Estufa. Entre alguns números divulgados na pesquisa, a FAO sustenta que pelo menos 9% das emissões de CO2 produzidas por atividades humanas são procedentes do setor da pecuária e que este produz uma proporção muito mais elevada dos gases mais prejudiciais que compõe o efeito.


Entre os gases procedentes do esterco a FAO cita o óxido nitroso (N2O), que tem quase 300 vezes mais GWP, Potencial de Aquecimento Global, do que o CO2. O setor gera 65% do óxido nitroso presente na atmosfera.


Os efeitos nocivos da poluição do ar causados pela pecuária são conhecidos há bastante tempo, mas nunca se pensou que o gado poderia contribuir decisivamente para aumentar a concentração dos gases.


O metano, produzido pelo arrôto das vacas, é 23 vezes mais nocivo ao ambiente que o CO2. Considerando-se que uma vaca pode produzir até 500 litros de metano em apenas 1 dia, não é difícil estimar os danos ambientais produzido por 150 milhões de cabeças de gado somente no Brasil.


As emissões de gás carbônico e metano são as principais responsáveis pelo aquecimento global, com todas as suas catastróficas conseqüências.


O gás carbônico é tido como vilão, porém o metano produz 21 vezes mais aquecimento que ele!


Pois esse mar de bovinos que cobre o planeta produz constantemente emissões imensas de metano, nos arrotos e gases intestinais da digestão.


Os ambientalistas eram alvos de ironias por apontarem o risco que isso significa, tido como irrelevante e folclórico.

 

Eram, até agora.

 

Na conferência da ONU em Bangcoc, em 4 de maio de 2007, o mais importante relatório sobre o aumento da temperatura da Terra foi produzido por cientistas de mais de 130 países.


Concluíram com uma série de oito recomendações para reduzir as emissões de gases nocivos e frear o aquecimento.


As sete primeiras se referem a fontes de energia limpa, substituir o petróleo, taxar a emissão de carbono, economizar combustíveis e mudar padrões de construção e transporte público.

 

A oitava: desestimular o consumo de carne vermelha, o que poderia reduzir as emissões de metano animal.

 

Note-se bem: essa recomendação é colocada em pé de igualdade com as outras.


Por que, entre tantas causas locais e globais, a teriam escolhido?


Seria porque é uma das que mais pesam?


Mais um dos efeitos, que são despistados, da proliferação de rebanhos para a indústria da morte.

 

 

6º - Preparou-se para adoecer.